quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

PNAT 2016 prevê aumento de 30% no volume de sêmen distribuído gratuitamente

A expectativa é superar 15 mil doses para rebanhos colaboradores, que vão utilizar a genética avalizada pelo Programa da ABCZ 
Os 23 touros classificados durante a 7ª edição do PNAT (Programa Nacional de Avaliação de Touros Jovens) já estão nas centrais de produção de sêmen. Os touros têm prazo até fevereiro para congelar e as entregas de material genético devem ser feitas até o final de abril.  A expectativa é que sejam distribuídas gratuitamente mais de 15 mil doses aos rebanhos colaboradores credenciados na ABCZ.
“Esse volume é 30% maior do que o registrado em 2015, quando foram produzidas e entregues cerca de 12 mil doses. O que observamos é que tivemos um aumento significativo da adesão de criadores para receberem esse material genético, o que mostra que o programa tem conquistado cada vez mais o reconhecimento do mercado”, avalia Lauro Fraga, gerente de melhoramento genético da ABCZ, ressaltando que, com isso, a Associação cumpre  o objetivo de democratizar o acesso a tecnologia. Desde que foi criado, o PNAT já distribuiu mais de 47 mil doses de 74 touros a 391 rebanhos colaboradores.
Os touros aprovados pelo PNAT 2016 produzirão sêmen em Centrais parceiras como Uberaba, Seleon e Bela Vista, sendo que alguns foram contratados por empresas como Alta Genetics, CRI Genetics e SEMEX, assim, além de terem sêmen distribuído através do programa, terão material genético comercializado no mercado. "O crivo de seleção sempre foi muito rígido, passando pelo próprio criador na fazenda, depois por uma tríplice análise  durante a ExpoGenética – pecuaristas, técnicos da ABCZ e representantes do mercado de IA", ressalta o gerente.
Nas edições de 2010 a 2015, 391 criadores de 20 Unidades da Federação participaram como rebanhos colaboradores junto outros muitos que somaram em 29/06/2016, 82.322 inseminações comunicadas na ABCZ. Nesta data, estes criadores comunicaram 21.173 nascimentos e 13.588 produtos tiveram pesagem junto ao CDP – Controle de Desenvolvimento Ponderal.
"E, como consequência disso, notamos um grande e crescente volume de contratação dos reprodutores, o que mostra que estamos no caminho certo”, comenta o gerente, informando ainda que, este ano, foram avaliados animais das raças Brahman, Guzerá, Nelore, Sindi e Tabapuã.
Os interessados em participar em 2017 já podem acessar o regulamento no site da ABCZ: www.abcz.org.br . O Programa Nacional de Avaliação de Touros Jovens seleciona reprodutores zebuínos registrados com idades entre 18 e 30 meses. Na próxima edição, o programa inova com a inclusão do Teste de Desempenho e Eficiência Alimentar.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

PNAT 2016 prevê aumento de 30% no volume de sêmen distribuído gratuitamente
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial