segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Número de corretores de imóveis cresce em Uberlândia

Apenas nos últimos três anos, a quantidade de profissionais na cidade aumentou cerca de 30% 
            No dia 9 de fevereiro, quinta-feira, o Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Minas Gerais, Creci-MG, irá realizar a entrega de carteiras profissionais em Uberlândia. O evento acontece na sede da Delegacia Regional, às 18 horas, e contará com a presença do presidente do órgão, Newton Marques Barbosa Jr., e do superintendente, Ricardo Mendes. Na oportunidade, cerca de 30 novos corretores de imóveis receberão a carteira profissional e conhecerão sobre o funcionamento do Conselho.
            A profissão de corretor de imóveis já é regulamentada há mais de 50 anos e hoje, está amparada pela Lei 6.530/78. De acordo com o terceiro artigo do dispositivo legal, cabe, ao profissional da área “exercer a intermediação na compra, venda, permuta e locação de imóveis, podendo, ainda, opinar quanto à comercialização imobiliária”.
            Hoje, em Uberlândia, já existem quase dois mil corretores de imóveis em atividade e cerca de 150 empresas imobiliárias. E, em todo o estado, já são cerca de 21 mil profissionais e aproximadamente três mil pessoas jurídicas cadastradas. A Delegada Regional do Creci Minas em Uberlândia, Clara Landim, reforça a importância do profissional. “Ser corretor de imóveis é realizar o sonho de seus clientes com profissionalismo, ética e dedicação”, ressalta.

Por que é importante contar com um profissional capacitado para realizar transações imobiliárias? 
O crescimento do setor imobiliário tem as suas consequências. Pessoas não qualificadas são atraídas pela possibilidade de ganho e agem de forma ilegal e, em muitos casos, lesam o consumidor. A compra de um imóvel exige uma série de cuidados. Não são raros os casos de atrasos na entrega ou defeitos que aparecem logo após o novo proprietário pegar as chaves. Para evitar esse tipo de transtorno, é preciso ter atenção quanto à imobiliária, o corretor e a construtora responsável por aquele imóvel.
Uma das primeiras providências em uma transação imobiliária é checar o credenciamento do profissional, que pode ser feito pelo site do Creci-MG (www.crecimg.gov.br). Para denunciar um corretor, clique em Serviços, Formulários e, em seguida, imprima o termo de denúncia. Após preenchê-lo, entregue na sede do Conselho ou em uma das 198 delegacias do Creci. Para noticiar irregularidades, ligue (31)3271-6044. Neste caso, você não precisa se identificar.
"Verificar se a pessoa é mesmo um corretor evita uma série de transtornos porque esses profissionais são inscritos e qualquer problema o cliente tem a quem recorrer, tem como denunciar", informa Newton Marques Barbosa Jr., presidente do Creci-MG. Ainda assim, são precisos outros cuidados. Verificar o histórico da imobiliária ou do corretor também pode evitar problemas futuros. "A internet pode ser uma aliada nessa hora, assim como o Procon.  É bom verificar se existem reclamações referentes àquela empresa e/ou pessoa", observa. Ele lembra ainda que é preciso exigir todas as informações referentes ao imóvel e toda a documentação dele.
Em caso de imóveis novos, o cliente deve verificar a construtora dessa mesma forma e ainda no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) se ela está registrada.
Para quem pretende vender o seu imóvel, o presidente do Creci-MG aconselha a seguir as recomendações já citadas, além de cuidar de toda a documentação com cuidado. Ele também afirma que o ideal é que o proprietário deixe o imóvel na responsabilidade apenas de uma imobiliária ou de um corretor para evitar que as empresas travem uma concorrência predatória, o que prejudica o andamento dos negócios. "Caso a pessoa deixe com mais de uma é preciso exigir que elas se comuniquem durante o processo de venda para evitar, por exemplo, dois corretores mostrando o apartamento para clientes diferentes ao mesmo tempo", observa.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Número de corretores de imóveis cresce em Uberlândia
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial