segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Cuidados com pets nas festas de fim de ano

Fim de ano é tempo de alegria e confraternização com os amigos. Porém, nessa época, é preciso redobrar a atenção com os animais de estimação. Nesse período de festas, aumenta o número de atendimentos no Pronto Socorro Veterinário, em Uberlândia, relacionados a acidentes domésticos. Confira algumas dicas do veterinário Daniel Peixoto para garantir a segurança dos pets nesse período de festa.

Cuidados com os enfeites da árvore de Natal
Cães filhotes tendem a mastigar e engolir todos os objetos chamativos que encontram pela casa. Enfeites de árvore de natal são muito atrativos para eles. Se você tem um pet em casa, redobre a atenção com os fios elétricos e monte sua árvore em um lugar mais alto onde o animal não consiga alcançar os enfeites. “A ingestão de efeitos pode causar diversos problemas como intoxicação, diarreia, ferimentos, obstrução e perfuração intestinal”, disse Daniel Peixoto.

Ceia
Nos dias das festas é comum o atendimento de animais engasgados com restos de comida das ceias. “Sempre tem alguém que resolve agradar o bichinho com um osso ou com restos de alimentos. Isso pode ser muito perigoso, pois o animal pode engasgar e até morrer. Alimentos muito gordurosos e temperados podem também causar vômito, diarreia e pancreatite”, afirmou o veterinário. Fique atento também com bebidas alcóolicas que sobram nos copos e ficam ao alcance do animal. O álcool é muito perigoso para os pets, causa náuseas, vômitos e problemas respiratórios. Não descuide do seu bichinho na festa e oriente as visitas a não oferecer comidas e nem bebidas para ele. 

Fogos de artifício

Os animais possuem a audição muito mais aguçada do que os humanos. Fogos podem significar uma tortura para eles, que sofrem muito com barulho. Muitos se desesperam e um simples descuido do tutor é o suficiente para que eles fujam de casa. Na hora dos fogos, é importante que o animal esteja acomodado dentro de casa em um lugar em que se sintam seguros. “Utilizar um calmante prescrito pelo veterinário pode ser eficiente para esses casos. De qualquer forma, é importante estar perto do animal, nesses momentos, para que ele se sinta seguro e não esqueça que placas de identificação são muito importantes, caso ocorra algum descuido”, finalizou Daniel Peixoto.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Cuidados com pets nas festas de fim de ano
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial