terça-feira, 25 de outubro de 2016

Crea-Minas premia estudantes em feira de tecnologia

O primeiro lugar da feira foi conquistado por trabalho que utiliza o potencial energético de resíduos plásticos, desenvolvido por estudantes da UFU
 A Feira de Ciências e Inovações Tecnológicas (Feicintec) premiou nessa sexta-feira, 21 de outubro de 2016, projetos inovadores de estudantes do ensino superior e técnico da área tecnológica, vindos de todas as regiões de Minas. Em sua quarta edição, a feira foi realizada na sede do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-Minas), em Belo Horizonte.
Uma comissão avaliadora, formada por profissionais da área tecnológica, analisou os 35 trabalhos expostos. O primeiro lugar foi para os alunos da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com o projeto “Potencial energético de resíduos plásticos” (R$12.000); o segundo lugar ficou com os alunos da Unis, de Varginha, com o trabalho “Localização de pessoas desaparecidas, vítimas de afogamento com drone submersível” (R$ 10.000); o terceiro lugar, para o projeto “Tratamento térmico alternativo da matéria orgânica de resíduos sólidos urbanos”, da UFSJ, de Ouro Branco (R$8.000); o quarto lugar foi para o projeto Sistema de gerenciamento do nível e tratamento de água via rádio frequência, da Unis, de Varginha (R$6.000); e o quinto lugar foi conquistado pelos estudantes do IFTM, de Uberaba, com o projeto Cartucho-Vit: uma alternativa biológica para as lavouras (R$4.000). Os trabalhos do sexto ao décimo lugar receberam menção honrosa. Veja abaixo a lista completa dos 10 vencedores.
A equipe da UFU, premiada em primeiro lugar, apresentou uma tecnologia inovadora que transforma resíduos plásticos em energia. O coordenador do projeto, Valério Luiz Borges, que, desde 2007, trabalha no desenvolvimento desta tecnologia, explicou que a importância do trabalho está na possibilidade de aplicação em larga escala. “O projeto ainda está no início, mas o nosso objetivo é a implantação em larga escala, por exemplo, para aplicação em termelétricas, caldeiras ou gerador. A expectativa, agora, é utilizar o dinheiro do prêmio para investir no próprio projeto”, diz Valério Borges.
O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-Minas), Jobson Andrade, que participou da cerimônia de premiação, comentou sobre a importância da Feicintec. “A gente se sente muito feliz de ter uma oportunidade de estimular esses jovens em sua criatividade, dentro da profissão que eles escolheram. Estou muito satisfeito com a alegria deles todos”, ressalta Jobson Andrade.

Confira a lista dos dez trabalhos vencedores:
1º Potencial energético de resíduos plásticos, da UFU, de Uberlândia
2º Localização de pessoas desaparecidas, vítimas de afogamento com drone submersível, da Unis, de Varginha
3º Tratamento térmico alternativo da matéria orgânica de resíduos sólidos urbanos, da UFSJ, de Ouro Branco
4º Sistema de gerenciamento do nível e tratamento de água via rádio frequência, da Unis, de Varginha
5º Cartucho-Vit: Uma alternativa biológica para as lavouras, da IFTM, de Uberaba
6º Dispositivo magnético para comunicação de surdocegos, da UFSJ, de São João Del Rei
7º Redução de força humana na operação de um tear manual, da Una, de Contagem
8º Efeito da temperatura de revenimento na resistência do aço API 5lx70 à corrosão em solo quimicamente tratado, da UEMG, de João Monlevade
9º Implantação do processo de vermicompostagem no aproveitamento de resíduos orgânicos no campus, da UFTM, de Uberaba
10º Projeto e construção de um concentrador solar biangular de doze lados aplicado à extração sólido-líquido de óleos vegetais, da UFTM, de Uberaba


Compartilhar

Postagens Relacionadas

Crea-Minas premia estudantes em feira de tecnologia
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial