quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Tributação impede crescimento de sistemas construtivos industrializados

Desoneração é bandeira de entidades que representam o setor 

A utilização de sistemas construtivos industrializados deveria ser um caminho natural quando se pensa em aumentar a produtividade nos canteiros de obras. A solução, porém, esbarra em um problema que impede sua expansão em níveis que poderiam garantir ganhos significativos de competitividade – a tributação brasileira.
É que sobre todos estes sistemas pré-fabricados, o que inclui, por exemplo, paredes de drywall, estruturas metálicas e de concreto, incide o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). “O ICMS incidente sobre estes componentes eleva muito o custo final da obra e faz com que a produção convencional, no canteiro, acabe sendo uma opção mais econômica”, reclama a presidente executiva da Associação Brasileira da Construção Industrializada em Concreto (ABCIC), Iria Doniak.
A desoneração destes sistemas como forma de aumentar a competitividade da construção brasileira é bandeira levantada por diversas entidades que representam o setor e que se uniram em torno deste pleito.
O assunto foi discutido em painel da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (ABRAMAT) no dia 8 de setembro, durante o Minascon 2016, no Expominas. Segundo Doniak, que coordenou as palestras, é preciso disseminar estas tecnologias, atingindo novos mercados onde estes sistemas poderiam ser aplicados. “Às vezes é possível industrializar 100% de uma obra com um único sistema ou um mix, o que coaduna com os conceitos de sustentabilidade. A construtora, nestes casos, passa a ser uma montadora no canteiro de obras”, salientou.
O painel contou com exposição dos principais representantes dos sistemas construtivos industrializados, como sistema construtivo em concreto; sistema drywall; Wood Frame e SIP; Aço e Light Steel Framing.


Compartilhar

Postagens Relacionadas

Tributação impede crescimento de sistemas construtivos industrializados
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial