quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Série de TV destaca arte dos distritos

Projeto, incentivado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, contribui para divulgar os talentos que vivem afastados do centro urbano 
A partir desse domingo, a população de Uberlândia vai conhecer um pouco melhor os traços culturais e os aspectos peculiares de Cruzeiro dos Peixotos, Martinésia, Miraporanga e Tapuirama. Começa em 28 de agosto, às 10h, na TV Paranaíba, a exibição da série de TV Arte dos Distritos, proposta pelo produtor cultural Ricardo Batista, em parceria com a Nós Projetos e com produção de vídeo da Close Comunicação. O projeto conta com patrocínio do eFacil e é incentivado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Uberlândia.
O principal objetivo do Arte dos Distritos é identificar e contar histórias de artistas que vivem nessas localidades, muitas vezes desconhecidos da população do centro urbano. Espera-se, com isso, que eles possam divulgar o trabalho que desenvolvem e ampliar a visibilidade sobre a produção cultural dos distritos.
A equipe de produção do Arte dos Distritos visitou cada um deles à procura de personagens que tivessem boas histórias para contar e, principalmente, talento artístico que merecesse ser registrado. Depois, uma equipe de produção voltou aos distritos, para entrevistar as pessoas identificadas. Em cada local, várias histórias diferentes foram descobertas. Elas foram editadas em cinco programas, um por distrito. O quinto episódio dará uma visão geral do projeto. De acordo com Diego Goar, a edição dos vídeos é dinâmica, cheia de cores que remetem às artes de cada distrito. A trilha sonora é do violeiro Arnaldo Freitas, que cedeu gratuitamente os direitos de uso.
Quem foram os personagens entrevistados:
Cruzeiro dos Peixotos: Marcos Moura, artesão que produz miniaturas de equipamentos agrícolas e de festas populares; André Viola, que criou e dirige uma rádio pela internet exclusivamente de música de raiz; Janete Florindo, que trabalha com reciclagem das mais diferentes embalagens, criando peças com muita originalidade.

Martinésia: Elvira Brasil, conhecida como Dona Negrinha e seu trabalho de fazer bonecas pretas; Vitor Hugo, um artista que ainda não completou 18 anos e já acompanha músicos famosos na sanfona; Graciele de Almeida e seu belo trabalho de pintura em diferentes peças do campo; Bar Tabaco, que a mesma Graciele decorou e que seu irmão toca com muita originalidade.

Miraporanga: Os causos do Seu Raimundo José de Souza, que resgatam costumes que estão se perdendo; D. Tereza Arantes da Cunha, uma das primeiras moradoras do distrito; Felipe Moreira Arantes, um menino que se apaixonou pelo violino e que se dedica a fazer carreira com esse instrumento; Francisco, cantor gospel, que é também compositor; e Aílton Antônio Fernandes uma figura incrível, que sofreu paralisia cerebral e encontrou no artesanato sua razão de viver.

Tapuirama: Seu Gerson de Oliveira e a passagem dos bandeirantes liderados por Anhanguera pelo distrito;  José Abadio, um poeta do campo com uma sensibilidade rara; a orquestra de violeiros formada por meninos e meninas e liderada por Tarcisio Manuvéi.

       Para Ricardo Batista, proponente do projeto, a ida aos distritos possibilitou um novo olhar sobre a produção cultural de Uberlândia, muitas vezes restrita a quem tem maior acesso aos meios de divulgação. Para Celso Machado, que participou da produção e das entrevistas, o projeto permitiu a descoberta de verdadeiras preciosidades, que ficarão à disposição dos interessados em estudar a vida nos distritos. “Vale destacar o Restaurante da Zuleide, em Martinésia, que além da boa comida, tem uma prosa deliciosa. Nos encantamos também com os líderes comunitários e as professoras, que nos auxiliaram na identificação dos personagens e na produção das matérias”, destaca Celso.
Depois da veiculação na TV Paranaíba, o material bruto coletado ficará à disposição para consulta de estudantes, produtores culturais e outras pessoas que possam vir a ter interesse na vida cultural dos distritos.

FICHA TÉCNICA

Arte dos Distritos
Ricardo Batista - Proponente
Celso Machado - Diretor Geral
Adriana de Faria - Jornalista
Maria Dolores - Pesquisadora
Antônio Pereira - Historiador
Eugenito Ferreira - Cinegrafista
Danilo Henriques - Cinegrafista
Afonso Enrique - Assistente
Renato Peixoto - Editor
Diego Goar - Direção Pós Produção

EXIBIÇÃO:   28 de agosto – Cruzeiro dos Peixotos
                        4 de setembro – Miraporanga
                        11 de setembro – Martinésia
                        18 de setembro – Tapuirama
                        25 de setembro - Geral
                        

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Série de TV destaca arte dos distritos
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial