terça-feira, 12 de julho de 2016

Venda no consignado é alternativa de obter renda extra em meio à crise

       Muito se tem falado em recessão, crise, aumento de impostos e economia ultimamente. Os salários conquistados pelas famílias já não têm sido suficientes para suprir todas as despesas de uma casa devido aos elevados preços de praticamente tudo que ela precisa para estar abastecida. Então, para tentar manter o poder aquisitivo, as pessoas têm procurado meios alternativos de conseguir renda extra além da já adquirida em empregos fixos. Segundo um levantamento feito pelo Instituto Data Popular, no Brasil, o número de trabalhadores que fazem os populares "bicos" aumentou de 41% em dezembro de 2013 para 69% em dezembro de 2015. 
          Uma opção favorável para quem necessita de maior receita para conseguir pagar todas as contas é a venda através do consignado, que é um sistema que oferece o produto de forma condicional para quem desejar melhorar o orçamento, permitindo ganhar dinheiro por meio dos produtos vendidos. Segundo o especialista do Sebrae Uberlândia, Ariel Sanchez, a ausência de investimento inicial é a principal vantagem deste tipo de alternativa. "Além de ser bom para as famílias, ajuda também o desenvolvimento e aquecimento do mercado e da economia, pois,  propicia oportunidades e acesso à renda extra para muitas pessoas que não encontrariam esta facilidade de outra forma. Para que seja vantajoso para ambas as partes, a empresa precisa verificar o perfil de quem a procura e se os interesses dela combinam com os da firma", explica.
          Para o empresário Murilo Pires, diretor da Encantar Folheados, empresa especializada em venda de semijoias folheadas a ouro e prata no sistema consignado, a procura de pessoas interessadas aumentou em 35% no último ano. "Dinheiro no bolso é sinônimo de independência. Tenho consultoras que poderiam tranquilamente pagar as parcelas de um carro apenas com o dinheiro que recebem de suas vendas. No final das contas é um extra que contribui muito para as famílias delas", afirma.
          Francisca Silva, 44 anos, é formada no curso de segurança do trabalho mas, atualmente, trabalha como auxiliar de serviços gerais. O salário fixo que recebe é de pouco mais de mil reais mas, consegue aumentar a renda em 60% trabalhando com folheados. "Isto me ajuda muito porque o meu ganho total passa a ser de aproximadamente 1.600 reais, o que me dá a garantia de que vou conseguir pagar algumas contas que tem ficado cada vez mais caras, como supermercado, luz, internet e outras. Além disto é prazeroso porque conheço novas pessoas e desenvolvo a minha habilidade em vendas", salienta.
          O cenário atual exige que as pessoas se esforcem e criem possibilidades de passarem pelas dificuldades e não sofram sequelas, como por exemplo, ficar com o nome sujo e acumular grandes dívidas, piorando a qualidade de vida. Com criatividade e ajuda de empresas e profissionais sérios, é possível que as pessoas passem por este momento e ainda continuem mantendo o mesmo estilo de vida que tinham em épocas mais favoráveis, e quando estas voltarem, viabilizem as chances de prosperar.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Venda no consignado é alternativa de obter renda extra em meio à crise
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial