segunda-feira, 27 de junho de 2016

Dor nas pernas e varizes: Saiba quando elas são preocupantes



Pesquisas apontam que no Brasil, cerca de 50% das pessoas têm varizes grossas. Ao contrário do que muitos pensam, homens também podem desenvolver a doença. A diferença é que na maioria dos casos, apenas as mulheres procuram tratamento.
As varizes são veias dilatadas e tortuosas, que perderam a função e, deste modo, podem causar diversos malefícios à saúde, como explica o angiologista do Hospital Santa Clara Ricardo de Ávila Oliveira. "Quando a veia perde a função e se torna uma varize, ela pode evoluir para complicações, como o sangramento conhecido como varicorragia, flebite (formação de uma inflamação e de um brombo) que se propagar e chegar ao sistema venoso profundo, causando a temível trombose venosa profunda. Mas a evolução natural de varizes é para uma doença chamada insuficiência venosa crônica, que leva ao inchaço e a formação de uma ferida na perna", afirma.
Dessa forma, além da questão estética, que aborrece muitas mulheres, está o fator saúde. As varizes surgem em qualquer parte do corpo que tenha veias. Entretanto, tem uma preferência pelos membros inferiores, como pernas e pés, e causam dificuldades de retorno do sangue das
veias para o coração. Com a dilatação dos vasos o sangue tende a ficar lento naquelas veias.
Fatores genéticos, como predisposição familiar a doenças vasculares, também contribuem para o aparecimento das varizes
assim como a permanência em pé ou na mesma posição durante longos períodos. "A varize não é uma doença apenas do adulto, a pessoa pode
nascer com ela. São as varizes congênitas (chamadas de mau formação vasculares). Varizes primárias ocorrem no adulto ao longo de vários
anos. Varizes secundárias ocorrem por uma doença como trauma ou trombose venosa.", disse.
Atualmente os tratamentos para as varizes têm evoluído e, em diversos casos, dispensam a necessidade de cirurgia. "Pensando nos riscos das cirurgias, foram desenvolvidos novos métodos, como a espuma, o laser e a radiofrequência. A varizes da pessoa é que define o tipo de
tratamento a ser utilizado".
Em relação às dores nas pernas, o médico alerta. "Quando há complicação das varizes a pessoa pode ter alguma dor. Entretanto,
frequentemente dores nas pernas não estão associadas a varizes. Dessa forma, é preciso cautela. Pois muitas vezes as pessoas pensam que o
sintoma é das varizes porque as varizes estão evidentes.
Dor na perna pode ser preocupante, pois além de afetar a qualidade de vida do indivíduo, pode trazer risco para a perna ou para a pessoa que está com a dor. Portanto, não confie em dor. Por menor que ela seja, procure um médico. Ele fará um diagnóstico adequado e indicará o

melhor tratamento", finaliza.

Compartilhar

Postagens Relacionadas

Dor nas pernas e varizes: Saiba quando elas são preocupantes
4/ 5
Oleh

Assine via e-mail

Adicionar o seu endereço de e-mail para subscrever .

Página inicial